Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Seg | 01.12.14

Nem sempre é o que parece!

sueamado


Por vezes pensamos que a intensidade de alguém se regista nas palavras que nos oferece, que cada um dos livros que vão enchendo as nossas prateleiras, foram escritos partindo de sentimentos puros, olhando o autor bem para dentro de si mesmo, não tendo como resistir mais à torrente de sentimentos e de experiências que se acumularam!

Nunca conhecemos ninguém, por vezes jamais chegaremos a saber o que as move, porque usaram determinados sons, o que esperam e desejam passar aos outros. Acabamos, por isso, a conjecturar, a fantasiar e não raras vezes, a darmos com os burrinhos na água. It comes with the territory.

Não julguemos as palavras, não lhe atribuamos sentidos, nem procuremos lugares obscuros, porque por vezes, são apenas lugares comuns, sons habituais, rotinas, nada mais e se nos tocam, é porque nos assemelhamos, em vivências em caminhos!
Seg | 01.12.14

Nem sempre é o que parece!

sueamado


Por vezes pensamos que a intensidade de alguém se regista nas palavras que nos oferece, que cada um dos livros que vão enchendo as nossas prateleiras, foram escritos partindo de sentimentos puros, olhando o autor bem para dentro de si mesmo, não tendo como resistir mais à torrente de sentimentos e de experiências que se acumularam!

Nunca conhecemos ninguém, por vezes jamais chegaremos a saber o que as move, porque usaram determinados sons, o que esperam e desejam passar aos outros. Acabamos, por isso, a conjecturar, a fantasiar e não raras vezes, a darmos com os burrinhos na água. It comes with the territory.

Não julguemos as palavras, não lhe atribuamos sentidos, nem procuremos lugares obscuros, porque por vezes, são apenas lugares comuns, sons habituais, rotinas, nada mais e se nos tocam, é porque nos assemelhamos, em vivências em caminhos!
Seg | 01.12.14

De dentro...

sueamado


Veio, hoje, como por norma chega, de dentro de mim, a ideia clara do que é suposto eu fazer e como!

Será a minha veia criativa, presumo, mas a verdade é que por norma funciono assim, acordo, frequentemente após uma noite mal dormida, ou várias, para perceber que me deixaram "pistas", "dicas" de como continuar no meu processo.

Caramba, é sempre tão trabalhosos e tumultuoso, obriga-me a ajustes, tenho sempre que me reinventar, que encontrar forma de encaixar tudo isto nos meus dias.

Ok, here we go! Se não há outra forma!!

Não tenho do que me queixar, se no fundo todos procuramos respostas e condução, por parte de algo ou de alguém...

Seg | 01.12.14

De dentro...

sueamado


Veio, hoje, como por norma chega, de dentro de mim, a ideia clara do que é suposto eu fazer e como!

Será a minha veia criativa, presumo, mas a verdade é que por norma funciono assim, acordo, frequentemente após uma noite mal dormida, ou várias, para perceber que me deixaram "pistas", "dicas" de como continuar no meu processo.

Caramba, é sempre tão trabalhosos e tumultuoso, obriga-me a ajustes, tenho sempre que me reinventar, que encontrar forma de encaixar tudo isto nos meus dias.

Ok, here we go! Se não há outra forma!!

Não tenho do que me queixar, se no fundo todos procuramos respostas e condução, por parte de algo ou de alguém...

Seg | 01.12.14

De dentro...

sueamado


Veio, hoje, como por norma chega, de dentro de mim, a ideia clara do que é suposto eu fazer e como!

Será a minha veia criativa, presumo, mas a verdade é que por norma funciono assim, acordo, frequentemente após uma noite mal dormida, ou várias, para perceber que me deixaram "pistas", "dicas" de como continuar no meu processo.

Caramba, é sempre tão trabalhosos e tumultuoso, obriga-me a ajustes, tenho sempre que me reinventar, que encontrar forma de encaixar tudo isto nos meus dias.

Ok, here we go! Se não há outra forma!!

Não tenho do que me queixar, se no fundo todos procuramos respostas e condução, por parte de algo ou de alguém...

Pág. 26/26