Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Dom | 01.11.15

Apenas um!

sueamado
Feelme/Apenas um!


O meu corpo no teu corpo, sendo apenas um, tão unidos que não seria possível distinguirem-nos, não seria possível que nos separassem...

Esta noite tocámo-nos de forma diferente, não fizemos amor como o amor é feito. Esta noite sentimos, verdadeiramente, porque estamos aqui, os dois, e porque nos queremos desta maneira. Nunca tive um prazer tão intenso, sem que o prazer passasse por orgasmos físicos, nunca me senti tão amada, apenas a mim, sem que nada do exterior se pudesse intrometer, sem que o que faz a nossa vida, a cada dia, importasse. Esta noite senti um medo, real, de que te pudesse perder, mas nunca deixaste de me sossegar e de me mostrar que se nos falharmos, então seremos os dois, ao mesmo tempo e não permitindo que o tempo se aperceba.

Quantas vezes pedimos um amor assim, um que se encaixe, sem esforço, sem perguntas, mas respondendo a tudo?
Quantas vezes conseguimos ver, mesmo, que o olhar do outro nos pertence e que apenas brilha se estivermos por perto?
Quantas vezes conseguimos amar na mesma intensidade, percebendo que só poderíamos ter chegado ali, naquele momento, com aquela pessoa?

Nunca reclamem do que não for dando certo, porque estarão apenas a percorrer caminhos, até que o lugar certo chegue, se mostre e vos faça parar e reconhecer.
Nunca queiram deixar de perdoar quem não vos soube amar, porque no depois, virá quem vos ame o dobro, sem que possam reclamar e sem que tenham tempo de pensar no que já passou, nos que já ficaram para trás, nos que não sabiam o que fazer, nem como.
Nunca desistam, esperem, desejem, peçam e ser-vos-à dado.


Pág. 24/24