Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Seg | 29.01.18

Só porque quero!

sueamado
pinterest↠ e_madruga


Acordo contigo no pensamento, com a sensação das tuas mãos que percorreram todo o meu corpo, aquele que te enlouquece por te pertencer e por te passar o que esperas. Acordo logo cedo sentindo que mesmo não estando do meu lado, estiveste toda a noite, enquanto te sonhei, enquanto respirei o perfume que já se entranhou em mim e que reconheceria de olhos fechados. No meio da multidão estás tu, os outros param, deixam de existir, caminho sem os ver, porque os meus passos sabem para onde ir, quem procurar e onde chegar.

Estava aqui a pensar no que me faz querer-te assim, mas só poderás ser tu, a tua forma de também me querer, o desejo que não escondes e até os receios que acumulas de que não possamos continuar juntos. Estou finalmente tranquila, a saber que cheguei, que quando te pedir virás e que sempre que o meu coração desesperar tu poderás sossegá-lo. Já somos um casal, acordamos e adormecemos com a nossa voz a soprar os últimos sons, os mesmos que nos acompanharão pela manhã. Nunca duvidei de que o que tenho para dar só pode assentar, completamente, na pessoa que mexer com o meu Universo. Tu soubeste tirar-me os pés do chão. Soubeste como me deixar sonhar os meus sonhos acordada e contigo. Soubeste como me conquistar e manter.

Só porque quero, vou dizer que já gosto de ti da única forma que entendo e que me exijo. Vai aumentar cada dia um pouco mais, isso já o sei e acabarás a sabê-lo tu também!

Seg | 29.01.18

Só porque quero!

sueamado
pinterest↠ e_madruga


Acordo contigo no pensamento, com a sensação das tuas mãos que percorreram todo o meu corpo, aquele que te enlouquece por te pertencer e por te passar o que esperas. Acordo logo cedo sentindo que mesmo não estando do meu lado, estiveste toda a noite, enquanto te sonhei, enquanto respirei o perfume que já se entranhou em mim e que reconheceria de olhos fechados. No meio da multidão estás tu, os outros param, deixam de existir, caminho sem os ver, porque os meus passos sabem para onde ir, quem procurar e onde chegar.

Estava aqui a pensar no que me faz querer-te assim, mas só poderás ser tu, a tua forma de também me querer, o desejo que não escondes e até os receios que acumulas de que não possamos continuar juntos. Estou finalmente tranquila, a saber que cheguei, que quando te pedir virás e que sempre que o meu coração desesperar tu poderás sossegá-lo. Já somos um casal, acordamos e adormecemos com a nossa voz a soprar os últimos sons, os mesmos que nos acompanharão pela manhã. Nunca duvidei de que o que tenho para dar só pode assentar, completamente, na pessoa que mexer com o meu Universo. Tu soubeste tirar-me os pés do chão. Soubeste como me deixar sonhar os meus sonhos acordada e contigo. Soubeste como me conquistar e manter.

Só porque quero, vou dizer que já gosto de ti da única forma que entendo e que me exijo. Vai aumentar cada dia um pouco mais, isso já o sei e acabarás a sabê-lo tu também!

Seg | 29.01.18

Só porque quero!

sueamado
pinterest↠ e_madruga


Acordo contigo no pensamento, com a sensação das tuas mãos que percorreram todo o meu corpo, aquele que te enlouquece por te pertencer e por te passar o que esperas. Acordo logo cedo sentindo que mesmo não estando do meu lado, estiveste toda a noite, enquanto te sonhei, enquanto respirei o perfume que já se entranhou em mim e que reconheceria de olhos fechados. No meio da multidão estás tu, os outros param, deixam de existir, caminho sem os ver, porque os meus passos sabem para onde ir, quem procurar e onde chegar.

Estava aqui a pensar no que me faz querer-te assim, mas só poderás ser tu, a tua forma de também me querer, o desejo que não escondes e até os receios que acumulas de que não possamos continuar juntos. Estou finalmente tranquila, a saber que cheguei, que quando te pedir virás e que sempre que o meu coração desesperar tu poderás sossegá-lo. Já somos um casal, acordamos e adormecemos com a nossa voz a soprar os últimos sons, os mesmos que nos acompanharão pela manhã. Nunca duvidei de que o que tenho para dar só pode assentar, completamente, na pessoa que mexer com o meu Universo. Tu soubeste tirar-me os pés do chão. Soubeste como me deixar sonhar os meus sonhos acordada e contigo. Soubeste como me conquistar e manter.

Só porque quero, vou dizer que já gosto de ti da única forma que entendo e que me exijo. Vai aumentar cada dia um pouco mais, isso já o sei e acabarás a sabê-lo tu também!

Seg | 29.01.18

Podemos sempre ser substituídos!

sueamado
Raina Hein


Não devemos, em nenhuma circunstância, ficar demasiado confortáveis numa relação. Há que cuidar, SEMPRE e a cada segundo, da vida de quem permitimos entrar na nossa. Achar que nunca conseguiremos encontrar outro igual, que o amor que chegou é único, sê-lo-á apenas até amanhã, se nos distrairmos ou se olharmos para o lado.

És substituível, oh yes you are! Tu e eu, podemos sempre ser a outra de um outro alguém. Tens que saber de mim, tens que cuidar de mim, tens que me amar, TANTO, como se amanhã o mundo fosse terminar. Tens que me amar com TANTA intensidade que mais nada pareça importar e de forma a que o que somos, bem cá dentro, seja o motor de tudo.

Posso ter um outro, num minuto, não duvides. Mas é a ti que desejo e quero na minha vida. Não te vou afastar, por mim. Não te vou descurar, nem fingir que tens tudo o que precisas, porque quem te falta sou eu, mas até EU saberei que somos substituíveis.

Se não for nada para ti, e se não lutares para me teres da forma que desejo, porque METADE é IGUAL a COISA NENHUMA, substituo-te!
Seg | 29.01.18

Podemos sempre ser substituídos!

sueamado
Raina Hein


Não devemos, em nenhuma circunstância, ficar demasiado confortáveis numa relação. Há que cuidar, SEMPRE e a cada segundo, da vida de quem permitimos entrar na nossa. Achar que nunca conseguiremos encontrar outro igual, que o amor que chegou é único, sê-lo-á apenas até amanhã, se nos distrairmos ou se olharmos para o lado.

És substituível, oh yes you are! Tu e eu, podemos sempre ser a outra de um outro alguém. Tens que saber de mim, tens que cuidar de mim, tens que me amar, TANTO, como se amanhã o mundo fosse terminar. Tens que me amar com TANTA intensidade que mais nada pareça importar e de forma a que o que somos, bem cá dentro, seja o motor de tudo.

Posso ter um outro, num minuto, não duvides. Mas é a ti que desejo e quero na minha vida. Não te vou afastar, por mim. Não te vou descurar, nem fingir que tens tudo o que precisas, porque quem te falta sou eu, mas até EU saberei que somos substituíveis.

Se não for nada para ti, e se não lutares para me teres da forma que desejo, porque METADE é IGUAL a COISA NENHUMA, substituo-te!
Seg | 29.01.18

Podemos sempre ser substituídos!

sueamado
Raina Hein


Não devemos, em nenhuma circunstância, ficar demasiado confortáveis numa relação. Há que cuidar, SEMPRE e a cada segundo, da vida de quem permitimos entrar na nossa. Achar que nunca conseguiremos encontrar outro igual, que o amor que chegou é único, sê-lo-á apenas até amanhã, se nos distrairmos ou se olharmos para o lado.

És substituível, oh yes you are! Tu e eu, podemos sempre ser a outra de um outro alguém. Tens que saber de mim, tens que cuidar de mim, tens que me amar, TANTO, como se amanhã o mundo fosse terminar. Tens que me amar com TANTA intensidade que mais nada pareça importar e de forma a que o que somos, bem cá dentro, seja o motor de tudo.

Posso ter um outro, num minuto, não duvides. Mas é a ti que desejo e quero na minha vida. Não te vou afastar, por mim. Não te vou descurar, nem fingir que tens tudo o que precisas, porque quem te falta sou eu, mas até EU saberei que somos substituíveis.

Se não for nada para ti, e se não lutares para me teres da forma que desejo, porque METADE é IGUAL a COISA NENHUMA, substituo-te!
Dom | 28.01.18

Será que me magoarias?

sueamado
• live in the moments •


Será que me magoarias?

Acredito que terias ficado quieto, não te mexendo mais do que o necessário, se também o tivesse feito, se não te tivesse cobrado respostas e os mesmo cuidados de antes, se não tivesse esperado que te mantivesses tu mesmo, como conheci antes.

Talvez não me magoasses como o fizeste, se eu me tivesse deixado ir, aceitando e parando de ser o tanto que disseste não ter como aguentar, mas esta sou eu, a que conheceste sem outra cor que não a que me cobre a pele e a alma. Esta sou eu, de todos os formatos, com todas as indecisões e choros, com cada riso que chega de parte alguma, mas que vem porque é por ti, e só tive que me manter para que afinal quebrasses.

Não sei de onde te veio tanto amargo de boca, nem tanta dor camuflada. Não sei porque é que acabei a não conseguir olhar para os olhos que me largaste, tão acesos, tão magoados, a parecerem não entender do que falava, mesmo que tivesse usado as mesmas palavras. Acredito, preciso de acreditar que apenas te cansei, não de mim, mas do que te enchi, preenchendo mais espaço do que me cabia e estavas disposto a dar. Já me retirei. Já mudei cada pedaço de pequenos pedaços que mudara para o espaço que me atrevi a considerar meu. Já te deixei de respirar compassado, sem temeres que te invada, que te entre tão dentro que deixes de te reconhecer. Já aceitei que se me magoaste, foi porque te magoei primeiro, e porque me esqueci, por breves minutos, de me manter como te prometera...
Dom | 28.01.18

Será que me magoarias?

sueamado
• live in the moments •


Será que me magoarias?

Acredito que terias ficado quieto, não te mexendo mais do que o necessário, se também o tivesse feito, se não te tivesse cobrado respostas e os mesmo cuidados de antes, se não tivesse esperado que te mantivesses tu mesmo, como conheci antes.

Talvez não me magoasses como o fizeste, se eu me tivesse deixado ir, aceitando e parando de ser o tanto que disseste não ter como aguentar, mas esta sou eu, a que conheceste sem outra cor que não a que me cobre a pele e a alma. Esta sou eu, de todos os formatos, com todas as indecisões e choros, com cada riso que chega de parte alguma, mas que vem porque é por ti, e só tive que me manter para que afinal quebrasses.

Não sei de onde te veio tanto amargo de boca, nem tanta dor camuflada. Não sei porque é que acabei a não conseguir olhar para os olhos que me largaste, tão acesos, tão magoados, a parecerem não entender do que falava, mesmo que tivesse usado as mesmas palavras. Acredito, preciso de acreditar que apenas te cansei, não de mim, mas do que te enchi, preenchendo mais espaço do que me cabia e estavas disposto a dar. Já me retirei. Já mudei cada pedaço de pequenos pedaços que mudara para o espaço que me atrevi a considerar meu. Já te deixei de respirar compassado, sem temeres que te invada, que te entre tão dentro que deixes de te reconhecer. Já aceitei que se me magoaste, foi porque te magoei primeiro, e porque me esqueci, por breves minutos, de me manter como te prometera...
Dom | 28.01.18

Será que me magoarias?

sueamado
• live in the moments •


Será que me magoarias?

Acredito que terias ficado quieto, não te mexendo mais do que o necessário, se também o tivesse feito, se não te tivesse cobrado respostas e os mesmo cuidados de antes, se não tivesse esperado que te mantivesses tu mesmo, como conheci antes.

Talvez não me magoasses como o fizeste, se eu me tivesse deixado ir, aceitando e parando de ser o tanto que disseste não ter como aguentar, mas esta sou eu, a que conheceste sem outra cor que não a que me cobre a pele e a alma. Esta sou eu, de todos os formatos, com todas as indecisões e choros, com cada riso que chega de parte alguma, mas que vem porque é por ti, e só tive que me manter para que afinal quebrasses.

Não sei de onde te veio tanto amargo de boca, nem tanta dor camuflada. Não sei porque é que acabei a não conseguir olhar para os olhos que me largaste, tão acesos, tão magoados, a parecerem não entender do que falava, mesmo que tivesse usado as mesmas palavras. Acredito, preciso de acreditar que apenas te cansei, não de mim, mas do que te enchi, preenchendo mais espaço do que me cabia e estavas disposto a dar. Já me retirei. Já mudei cada pedaço de pequenos pedaços que mudara para o espaço que me atrevi a considerar meu. Já te deixei de respirar compassado, sem temeres que te invada, que te entre tão dentro que deixes de te reconhecer. Já aceitei que se me magoaste, foi porque te magoei primeiro, e porque me esqueci, por breves minutos, de me manter como te prometera...
Dom | 28.01.18

Amor, isso é o quê?

sueamado
Mesmo que você não esteja comigo...eu estou sempre com você!  ...Blog NSFW/  Adult content, over...


Tanto cepticismo instalado. Tanto descrédito e medo de assumir o que todos sabemos ser necessário e importante. Tantas mágoas acumuladas e tantos olhares de soslaio...

Ninguém quer permanecer sem amor, mas ninguém parece querer que se aproprie da vontade, das escolhas ou das rotinas. Vamos caminhando cada vez mais sozinhos, mas cheios de vontade de encontrar quem partilhe cada passo. Não existirão coincidências e todos os que nos surgem, seja durante um dia frio e ventoso, como o de hoje, ou durante uma noite cinzenta e sem qualquer luar, virão porque estaríamos a precisar que o fizessem. Ninguém quer oferecer, de bandeja, a vontade própria e a aparente segurança, mas na verdade sem amor não há vontade que faça sentido e nem sequer as palavras, aquelas que alguns usam como respiram, chegam no formato certo.

Amor, isso é o quê?

Felizmente que sei o que é, já o tive. Já o senti e mudei TUDO, pelo efeito que me implantou. Por amor escrevo, rio, danço e até choro. Por amor, na intensidade que ponho em tudo o que sou e faço, mudo de lugar, de religião e até do mundo como o conheço. Por amor sou melhor, mais interessante e bem mais bonita.

Sei o que é amor e como se ama, mesmo, incondicionalmente, dando sem esperar nada, mas querendo tudo. Sei bem o que é o amor e agradeço, diariamente aos poucos que mo conseguiram fazer-me saborear. Sei o que é o amor e até posso dar umas lições, porque amar, este, aquele, a ti e sobretudo a mim é o que me mantém determinada!