Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Qui | 23.05.19

Tens que saber...

sueamado



Tens que saber que não existe muita escolha no que toca aos que supostamente viriam porque te faziam falta, até porque os resultados, a existirem, nunca serão os que esperavas. Tens que saber quem és e até onde consegues ir. Tens que saber quem são os que te rodeiam e de que forma lhes acrescentas ou retiras vida. Tens que saber, em todos os momentos, que estás a fazer as escolhas certas, mesmo que apenas certo seja o nascer e o pôr do sol. Tens que saber se te enquadras noutros modelos e a que cedências te forçarás. Tens que saber que por vezes irão entender-te de uma forma, e que ela poderá até não ser a tua.


Por vezes, e esse é o facto mais doloroso, mesmo que pareça uma contradição, serás MAIS do que precisavam. MAIS do que entendiam e MAIS do que conseguiam segurar, mesmo que com ambas as mãos. Por vezes permanecerás, para alguns, irremediavelmente num lugar no qual não se irão querer manter. Mas por vezes será preciso isso mesmo, para que pares de acreditar que o teu modelo não é único, é que estar só não terá sempre o mesmo sabor amargo...
Qui | 23.05.19

Tens que saber...

sueamado



Tens que saber que não existe muita escolha no que toca aos que supostamente viriam porque te faziam falta, até porque os resultados, a existirem, nunca serão os que esperavas. Tens que saber quem és e até onde consegues ir. Tens que saber quem são os que te rodeiam e de que forma lhes acrescentas ou retiras vida. Tens que saber, em todos os momentos, que estás a fazer as escolhas certas, mesmo que apenas certo seja o nascer e o pôr do sol. Tens que saber se te enquadras noutros modelos e a que cedências te forçarás. Tens que saber que por vezes irão entender-te de uma forma, e que ela poderá até não ser a tua.


Por vezes, e esse é o facto mais doloroso, mesmo que pareça uma contradição, serás MAIS do que precisavam. MAIS do que entendiam e MAIS do que conseguiam segurar, mesmo que com ambas as mãos. Por vezes permanecerás, para alguns, irremediavelmente num lugar no qual não se irão querer manter. Mas por vezes será preciso isso mesmo, para que pares de acreditar que o teu modelo não é único, é que estar só não terá sempre o mesmo sabor amargo...
Qui | 23.05.19

Tens que saber...

sueamado



Tens que saber que não existe muita escolha no que toca aos que supostamente viriam porque te faziam falta, até porque os resultados, a existirem, nunca serão os que esperavas. Tens que saber quem és e até onde consegues ir. Tens que saber quem são os que te rodeiam e de que forma lhes acrescentas ou retiras vida. Tens que saber, em todos os momentos, que estás a fazer as escolhas certas, mesmo que apenas certo seja o nascer e o pôr do sol. Tens que saber se te enquadras noutros modelos e a que cedências te forçarás. Tens que saber que por vezes irão entender-te de uma forma, e que ela poderá até não ser a tua.


Por vezes, e esse é o facto mais doloroso, mesmo que pareça uma contradição, serás MAIS do que precisavam. MAIS do que entendiam e MAIS do que conseguiam segurar, mesmo que com ambas as mãos. Por vezes permanecerás, para alguns, irremediavelmente num lugar no qual não se irão querer manter. Mas por vezes será preciso isso mesmo, para que pares de acreditar que o teu modelo não é único, é que estar só não terá sempre o mesmo sabor amargo...
Qua | 22.05.19

E o amor é?

sueamado


Primeiro que tudo o amor é um tema inesgotável. Tudo gira em torno dele, no muito que se tem e até cansa, ou na falta que nos diminui e deixa vazios. Nada como o amor para nos derrotar até nas vitórias, deixando-as com um sabor agridoce. Nada como a falta do amor para não termos rumo, ou para nos mantermos indefinidamente à procura dele.

Falsos e fracos serão os que dizem não precisar do amor, mas assim apenas se magoam a si mesmos, iludindo-se,mas sem convencer ninguém. Nós alimentamo-nos do que nos alimenta. Nós procuramos aquilo com o qual nos identificamos e nos deixa capazes de aguentar qualquer tempestade. Nós somos apenas metade de qualquer coisa se não tivermos amor e pouco mais do que nada, ou coisa nenhuma, se não o soubermos reconhecer e manter.

O amor para mim é certamente bem diferente do que é para ti, mas no geral e no essencial, é o que me deixa mais capaz, mais pronta, mais disponível e mais feliz. O amor é o que quisermos que ele seja, a nossa condenação ou a doce salvação. O amor é o que tenho e preciso, porque sem ele sou muito menos. Já o aprendi a incluir no que faço, agora só preciso de o saber dirigir para o que ainda preciso de fazer. O amor são muitos amores juntos e um que não se mistura nem que o mexa e remexa. O amor é um único sentimento que me prova que terei sempre muito que aprender, porque nunca dependerá apenas de mim.

O que é o amor para ti? Confidencia-me se fores capaz e prometo que o eternizarei por palavras. Para já e para começar, desejo-te todo o amor que fores capaz de beber!
Qua | 22.05.19

E o amor é?

sueamado


Primeiro que tudo o amor é um tema inesgotável. Tudo gira em torno dele, no muito que se tem e até cansa, ou na falta que nos diminui e deixa vazios. Nada como o amor para nos derrotar até nas vitórias, deixando-as com um sabor agridoce. Nada como a falta do amor para não termos rumo, ou para nos mantermos indefinidamente à procura dele.

Falsos e fracos serão os que dizem não precisar do amor, mas assim apenas se magoam a si mesmos, iludindo-se,mas sem convencer ninguém. Nós alimentamo-nos do que nos alimenta. Nós procuramos aquilo com o qual nos identificamos e nos deixa capazes de aguentar qualquer tempestade. Nós somos apenas metade de qualquer coisa se não tivermos amor e pouco mais do que nada, ou coisa nenhuma, se não o soubermos reconhecer e manter.

O amor para mim é certamente bem diferente do que é para ti, mas no geral e no essencial, é o que me deixa mais capaz, mais pronta, mais disponível e mais feliz. O amor é o que quisermos que ele seja, a nossa condenação ou a doce salvação. O amor é o que tenho e preciso, porque sem ele sou muito menos. Já o aprendi a incluir no que faço, agora só preciso de o saber dirigir para o que ainda preciso de fazer. O amor são muitos amores juntos e um que não se mistura nem que o mexa e remexa. O amor é um único sentimento que me prova que terei sempre muito que aprender, porque nunca dependerá apenas de mim.

O que é o amor para ti? Confidencia-me se fores capaz e prometo que o eternizarei por palavras. Para já e para começar, desejo-te todo o amor que fores capaz de beber!
Ter | 21.05.19

Sou tão importante quanto me sinto!

sueamado


Gosto de avaliar o meu percurso, detendo-me nos comportamentos e nas decisões, não por muito tempo, apenas o bastante para que não sofra réplicas. Quando percebemos que crescemos o suficiente e que nada do que seja pequeno nos perturba, passamos a dar muito mais importância ao que importa!
Os meus dias não se parecem com nenhum outro que tenha tido antes, sou tão comum e diferente ao mesmo tempo, que escolho virar e revirar as minhas crenças, olhando para mais longe e antecipando-me onde certamente me saberei reconhecer. Parece complexo e estranho, mas este é o formato dos que se importam com a essência, a que não poderá ser igual a nenhuma outra. A minha lista cresce a olhos vivos, porque nela acrescento o que nem me ocorria pensar, afinal agora até posso.
É um facto que só temos a importância que nos dão, mas precisamos de nos importar, verdadeiramente, com o que nos fornecerá estruturas que ninguém possa quebrar, quebrando o ritmo frenético de quem quer porque quer avaliar e decidir sobre o outro. Fui sempre uma mãe galinha, leoa e ursa, mas fui libertando os meus do peso de me fazerem feliz e corresponderem às expectativas que não poderão nem deverão ser minhas. Aprendi, porque a isso me propus, a respeitar os seus percursos, empurrando-os de mansinho e não os deixando cair demasiadas vezes. Aprendi a libertar os meus do peso do sucesso, porque bem sucedidos são os felizes e os emocionalmente resolvidos, os restantes são apenas escravos da imagem e das expectativas alheias. Aprendi a amar incondicionalmente, não esperando pelo que não me cabe ter e cabendo-me explicar-lhes o que isso representa. Aprendi a saber esperar pelo tempo certo de tudo sem me apressar demasiado e sou muito mais tranquila por isso.
Ter | 21.05.19

Sou tão importante quanto me sinto!

sueamado


Gosto de avaliar o meu percurso, detendo-me nos comportamentos e nas decisões, não por muito tempo, apenas o bastante para que não sofra réplicas. Quando percebemos que crescemos o suficiente e que nada do que seja pequeno nos perturba, passamos a dar muito mais importância ao que importa!
Os meus dias não se parecem com nenhum outro que tenha tido antes, sou tão comum e diferente ao mesmo tempo, que escolho virar e revirar as minhas crenças, olhando para mais longe e antecipando-me onde certamente me saberei reconhecer. Parece complexo e estranho, mas este é o formato dos que se importam com a essência, a que não poderá ser igual a nenhuma outra. A minha lista cresce a olhos vivos, porque nela acrescento o que nem me ocorria pensar, afinal agora até posso.
É um facto que só temos a importância que nos dão, mas precisamos de nos importar, verdadeiramente, com o que nos fornecerá estruturas que ninguém possa quebrar, quebrando o ritmo frenético de quem quer porque quer avaliar e decidir sobre o outro. Fui sempre uma mãe galinha, leoa e ursa, mas fui libertando os meus do peso de me fazerem feliz e corresponderem às expectativas que não poderão nem deverão ser minhas. Aprendi, porque a isso me propus, a respeitar os seus percursos, empurrando-os de mansinho e não os deixando cair demasiadas vezes. Aprendi a libertar os meus do peso do sucesso, porque bem sucedidos são os felizes e os emocionalmente resolvidos, os restantes são apenas escravos da imagem e das expectativas alheias. Aprendi a amar incondicionalmente, não esperando pelo que não me cabe ter e cabendo-me explicar-lhes o que isso representa. Aprendi a saber esperar pelo tempo certo de tudo sem me apressar demasiado e sou muito mais tranquila por isso.
Seg | 20.05.19

Os meus dias agora...

sueamado


Os dias acordam sempre muito mais ligeiros e sem que nada pareça precisar de muita pressa. Há muito que deixei de ouvir chamar "mãe" a cada 10 segundos. Sei que o sou e que continuo a semear o que os meus acabarão por recolher, mas já nada passa exclusivamente por mim, apenas o cuidado, o colo quando dele necessitarem e porque estarei de pedra e cal para cada um. Os dias dizem-me que tenho que procurar o que me serve, estando onde eventualmente me fará sentido, mas ainda sinto que estou a tactear, sem demasiada luz, se é que alguma vez a tive em abundância.

Não sofro do síndrome de ninho vazio, até porque ainda tenho uma das crias comigo, até porque seguramente acabarei a preencher-me do que antes não me era permitido, reavaliando o que adiei por ter escolhido outros caminhos e respostas. Não me detenho demasiado no silêncio que nos inunda a casa, apenas cortado pelo ladrar do cão que julga ser o chefe da matilha, coitado, não conhece a "mãe", porque na dianteira da minha vida estarei sempre eu.

Os meus dias agora pedem-me um tempo diferente e sou capaz de olhar de forma mais atenta para o que está à minha volta. Sinto-me a despertar de um longo sono, estando mais acordada do que nunca e bem mais consciente do que terei que conquistar para não sofrer dos arrependimentos que perseguem e matam. Os meus dias agora estendem-se miraculosamente e dou comigo a sorrir perante a oferta do Universo e se me é oferecido, quem sou eu para recusar. Os meus dias agora são quase inteiramente meus!
Seg | 20.05.19

Os meus dias agora...

sueamado


Os dias acordam sempre muito mais ligeiros e sem que nada pareça precisar de muita pressa. Há muito que deixei de ouvir chamar "mãe" a cada 10 segundos. Sei que o sou e que continuo a semear o que os meus acabarão por recolher, mas já nada passa exclusivamente por mim, apenas o cuidado, o colo quando dele necessitarem e porque estarei de pedra e cal para cada um. Os dias dizem-me que tenho que procurar o que me serve, estando onde eventualmente me fará sentido, mas ainda sinto que estou a tactear, sem demasiada luz, se é que alguma vez a tive em abundância.

Não sofro do síndrome de ninho vazio, até porque ainda tenho uma das crias comigo, até porque seguramente acabarei a preencher-me do que antes não me era permitido, reavaliando o que adiei por ter escolhido outros caminhos e respostas. Não me detenho demasiado no silêncio que nos inunda a casa, apenas cortado pelo ladrar do cão que julga ser o chefe da matilha, coitado, não conhece a "mãe", porque na dianteira da minha vida estarei sempre eu.

Os meus dias agora pedem-me um tempo diferente e sou capaz de olhar de forma mais atenta para o que está à minha volta. Sinto-me a despertar de um longo sono, estando mais acordada do que nunca e bem mais consciente do que terei que conquistar para não sofrer dos arrependimentos que perseguem e matam. Os meus dias agora estendem-se miraculosamente e dou comigo a sorrir perante a oferta do Universo e se me é oferecido, quem sou eu para recusar. Os meus dias agora são quase inteiramente meus!
Sex | 17.05.19

Dizes que te sossego...

sueamado


- Fazes os meus dias correrem de forma tranquila e definida.

É tudo o que preciso de ouvir, porque o que desejo de ti e para ti, é que sintas e me faças sentir que valemos a pena.

Dizes que te sossego e eu entendo-o, até quando me transformo num vulcão em plena actividade e até quando respiro de forma descompassada, por sentir que não me estás a sentir. Dizes que te sossego e acabas a sossegar o meu medo de não ser da forma que me vês. Dizes que te sossego e eu acabo a amar-te ainda mais, porque percebo que te consigo cuidar.

Saber que sou a responsável pelo amor que conseguimos aumentar, porque te aceito, porque te sinto e vejo como és mesmo, confere-me as certezas que procurava há muito, porque amar só pode ser desta forma. Amar só poderão ser assim, duas pessoas a quererem o mesmo, a sonharem os sonhos, que mesmo diferentes, acabarão comuns. Amar só pode ser este cuidado que me tens e todo aquele que não consigo evitar contigo, porque quando estás bem, quando te oiço sorrir através das palavras com que me enches, acabo mais cheia de ti, de mim, de nós e do que ainda vamos conquistar.

Não me esqueço de agradecer o que me trouxeste. Não me inibo de falar sobre o que representas na minha vida, porque quando conversamos, eu e eu mesma, sei que as certezas de agora serão as de amanhã e que contigo tudo o que queria para mim será para os dois.

Dizes que te sossego e sei porquê, é que tudo o que fizeste resultou e tudo o que sempre desejei chegou!