Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Qui | 31.10.13

Quando não se sabe...

sueamado


Pode-se até fazer mais mal do que bem!

Estares na minha vida trás-me responsabilidades, sinto que preciso de te cuidar, de te deixar bem, comigo, com os percursos que ainda continuas a fazer em dias teus, mas dos quais e nos quais me "intrometo", entrando de mansinho na tua pele, tentando que a minha presença, ainda tão pouco física, te ajude a superar o que ambos sabemos difícil, por vezes tão gigante quanto o são as montanhas às quais nem sempre é possível subir.

Quando não se sabe, podem-se cometer erros irreversíveis, daqueles que nos magoam por dentro, nos deixam mais vazios, amargos, e isso é tudo o que não quero para nós. Amar-te tem sido tão fácil, uma revelação e uma caminhada quase familiar, tal como disseste, parecemos reconhecer-nos, sentindo-nos próximos, e não conseguindo conceber dias em que não estejamos, um para o outro, cada um do lado que a vida escolheu.

Há dias em que a minha felicidade me faz sentir tão infeliz, duvidando do que escolhi e da forma que me permiti permitir!

Se eu souber que terei que te deixar ir para que não te sinta chorar por dentro, mesmo que me vá arrancar metade de mim, deixarei, por ti e para ti, o sol, o mesmo de que tanto necessito, porque só poderei ser ou ter se, mesmo de olhos fechados, te vir sorrir, se os olhos que sempre me parecem entrar na alma, tiverem brilho.

Se é com outra mulher que a tua felicidade reside, esta mulher, eu, abrirei mão do amor que, apenas agora, após muitos anos, me fez sentir tudo o que acreditei ser possível, mas que tardou e não chegou inteiro. Quem disse que a vida era perfeita, e que poderia responder a tudo o que sempre esperámos dela? Não é mesmo, mas consegue alimentar-nos com momentos que permanecerão para sempre.

Quando não se sabe, ama-se e pronto!