Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Feel Me

Sou tudo o que escrevo e escrever é o que me move!

Qui | 27.05.21

Quem és hoje como Mulher?

sueamado



O que sentes agora e o que foste sentindo ao longo da tua caminhada como mulher? 

Será que existem idades boas e más, ou seremos apenas fustigadas pelo que nos povoa o cérebro, em primeiro lugar, e depois então sim pelas inevitáveis mudanças físicas e emocionais? Tudo do que nos chega e mantemos, ou descartamos, tem a ver sobretudo com a nossa capacidade de olhar para o futuro inevitável, o envelhecimento do corpo. A grande maioria saiu de relações longas, com muito pouco de validação na bagagem e carregando, de forma quase assustadora, as mágoas, os ressentimentos e as culpas. Reentramos no chamado mundo novo das "unidoses" e acabamos a reavaliar o que adiámos, achando então que nos sobrava tempo. 

O que te fazem sentir os que te olham como mulher?

Perdemos elasticidade e plasticidade cerebral. Deixamos de cheirar a rosas e de beijar como uma menina. Já não falamos apenas dos sonhos e das conquistas, focamo-nos nos outros, nos filhos, nas relações falhadas, nas rugas e nas dores constantes, mesmo que invisíveis e criadas. Já não suscitamos tanto desejo, ou pelo menos assim acreditamos e desatamos a querer, de repente, tudo o que não fomos capazes de construir antes, ou pior ainda, a desistir sem sequer tentar.

O que te faz baixar a fasquia quanto a requisitos masculinos, ou a subi-la descaradamente?

Tens o valor que te atribuíres e não deves, em nenhuma circunstância, alegando sobretudo medo de continuar a viagem sozinha, aceitar o que te vier, se não te mover corpo e alma em simultâneo. Dizem que existe um chinelo para cada pé, mas se não o encontrares, anda descalça, pisa a erva, molha os pés e magoa-te até nas pedras, mas escolhe o caminho que te pertence e não o que os outros entendem deveres fazer. Afinal de contas no passado já tiveste mais do mesmo, certo?